Você precisa de uma Personal Organizer?

Que o trabalho de personal Organizer, vem tornando-se cada vez mais conhecido nós sabemos. Mas será que você precisa de uma personal?

Hoje trouxe alguns casos mais comuns sobre pessoas que precisam da ajuda de uma personal.Veja se você se encaixa em algum deles:

1.Sweet Home Office – Empreendedores que trabalham em casa

Sabemos que iniciar uma jornada empreendedora não é fácil e torna-se mais difícil ainda quando trabalhamos de casa. O que parece ser uma grande aventura de pijamas e muita , vira um grande pesadelo em meio a tantas tarefas e tão pouco tempo.

Por isso, pessoas que aderiram recentemente ao Home Office, costumam procurar uma Personal Organizer. Além de definir uma rotina de cuidados com a casa, crianças e trabalho, cuidamos para que a organização seja prática e não te distraia durante os momentos de dedicação ao seu negócio.

Além disso, profissionais que trabalham com organização e arquitetura por exemplo, podem te ajudar a definir um novo cantinho só para trabalhar contribuindo mais ainda para o seu rendimento.

2. Pessoas Que tem uma vida profissional intensa

Assim como pessoas que trabalham em casa, profissionais que buscam crescimento contínuo na carreira precisam dedicar-se a especializações, aprendizados, horas extras e também um momento de descanso para dar conta de tudo isso.

Nesses casos, a casa acaba ficando em segundo plano e fazendo parte de uma promessa. “Próximo fim de semana eu vou arrumar” e esse dia nunca chega. Só que como já falamos outras vezes por aqui, a personal organizer, contribui para a qualidade de vida e inclusive a produtividade.

Por isso, pessoas que tem uma vida agitada, devem contratar uma Organizadora profissional para ajuda-los a manter tudo em ordem e poder aproveitar o pouco tempo livre que eles tem.

3.Futuros Casais/Recém Casados

Sabemos que o casamento é um sonho para muitas pessoas. E sabemos também que é um evento muito grande e trabalhoso que exige muita dedicação e as vezes anos para seu planejamento. O que afeta a vida de muitos casais que nunca cuidaram de uma casa antes, ou que até mesmo trabalham fora o dia todo.

Eles mudam para um novo cantinho e começam uma nova família cheios de entusiasmo. Mas com o tempo, a bagunça começa a interferir no relacionamento, pois ela interfere drasticamente no humor das pessoas.

Por isso, casais que não tem costume de administrar uma casa ou até mesmo não tem tempo, podem procurar uma personal organizer. Nesse caso a organizadora pode fazer a mudança do casal para a nova residência e deixar tudo pronto antes mesmo deles voltarem da lua de mel.

 4.Pessoas e Famílias em Mudança de Residência

Só quem já mudou de casa sabe o quão trabalhoso é realizar uma mudança.

Por isso o ideal é que ela seja feita por uma pessoa experiente, que ja categorize os objetos que irão para a nova casa, assim como os itens que serão descartados. Assim a mudança é feita e quando a família chega na nova casa, ela está “habitável” pronta para ser muito bem aproveitada.

5.Grávidas e mães de primeira viagem

Outro momento dos sonhos é a gravidez. Muitas mulheres sonham com esse momento, assim como algumas são pegas de surpresa. O grande problema é que um neném muda completamente a rotina da casa e principalmente no começo exige muita atenção e demanda muito tempo.

Isso gera dificuldade em administrar desde o número de fraldas disponível até as roupinhas que devem ser lavadas.

Uma personal nesse caso, pode planejar desde o enxoval e o quartinho do bebê, até fazer a organização dos objetos. Assim, a mãe pode dedicar seu tempo a outras tarefas.

Leia também: 5 motivos para contratar uma Personal Organizer

 

Como desapegar de objetos especiais?

Quando eu converso com as minhas clientes sobre desapego, normalmente elas entram em pânico, pois é sempre muito difícil fazer o descarte de muitas coisas de uma só vez. E se eu precisar? E se eu não encontrar outro igual? Eu vou mandar arrumar um dia! E por ai vai… Desculpas não faltam!

Porém o descarte é muito importante para manter a organização da casa, principalmente quando você não possui espaço para guardar tudo o que tem.

Porque manter a casa organizada?

Faça uma lista de 10 benefícios que você acredita que a organização vai trazer para a sua vida. Anote a mão e deixe esse papel sempre perto de você. Na hora que ficar em dúvida em se desfazer de um objeto ou não, você lerá esse papel e lembrará o porque isso é necessário.

O que você sente por esses objetos?

Se mesmo com a lista na mão, você ficar em dúvida, parta para o sentimental. Essa peça ou objeto te trazem alguma emoção? Qual emoção e porque? As vezes nos apegamos a um presente pois a pessoa que nos deu faleceu ou não a vemos mais. É importante entender que sentimentos a peça te causa. Pode parecer bobo, mas o maior motivo pelo qual acumulamos é suprir alguma emoção que não sabemos exatamente qual é. Pode ser saudades, pode ser até mesmo raiva ou depressão.

Se for algo positivo como saudades de alguém que já foi, pode ser mais interessante pra você fazer um texto sobre o carinho e momentos bons que vocês passaram. Talvez procurar fotos desses momentos. Mas se for um sentimento que te prejudica de alguma forma, será que não seria melhor pra você e para a sua família, deixar ir embora?

Doe coisas especiais, para pessoas especiais

Você passou pelas etapas acima e chegou à conclusão que realmente não vale a pena guardar. Porém, não queria simplesmente se desfazer. Se nesse momento, ainda estiver difícil para você, pense em pessoas próximas e especiais para você que de repente, poderiam gostar da roupa ou do objeto e explique a situação. Diga que você gosta muito e acha que poderia ser bacana para ela.

Mas tenha bom senso! Não é porque você gosta, que as pessoas vão gostar e principalmente, não é porque você acha que sua amiga super tecnológica vai amar ganhar a máquina de escrever que era da sua avó, que ela necessariamente quer ganhar ou precisa ganhar. Respeite o espaço da pessoa e deixe-a à vontade para fazer o que ela achar que é melhor para ela. Seja guardar a peça ou jogar fora.  Liberte-se sem aprisionar outras pessoas!

Nunca vou conseguir jogar isso fora!

Se eu ainda não te convenci, então eu deixo você guardar algumas coisas. Mas vamos fazer um trato? Durante seis meses você vai anotar quantas vezes usou a roupa, ou olhou o objeto com carinho e quantas vezes você pensou que realmente foi um bom negócio manter o seu espaço ocupado dessa forma. Se mesmo depois de seis meses você ainda achar que valeu a pena, tudo bem. É importante manter coisas que nos trazem bons sentimentos ou até mesmo roupas velhinhas (não ler velhinha= rasgada), mas que usamos com frequência.

E se depois desse tempo a conclusão foi que realmente seu espaço pode ser melhor aproveitado, descarte.

Faça tudo no seu tempo e pode ter certeza, que não vai se arrepender!

Como Organizar a Casa?

Muitos sofrem com esse dilema diariamente: “Arrumo, arrumo e nunca está arrumado”.

O que você não sabe, é que quando você arruma e a bagunça retorna com tudo,  significa que você arrumou e não organizou.[Exceções eu explico abaixo]

Primeiro Passo- Iniciando a Organização

Existem diversos modos de organização. O que eu gosto e pratico nos meus cases, é a organização que ocorre de ambiente em ambiente. Dessa forma, você começa a separar tudo o que tem em um ambiente conforme explicarei a seguir, mas sempre um local de cada vez. Assim você pode dedicar toda a sua atenção ao cômodo que está trabalhando e entender as necessidades das coisas que pertencem aquele local.

Segundo Passo- Como fazer o descarte correto?

Muitos clientes me dizem que as coisas estão apenas mal arrumadas, mas que a quantidade cabe perfeitamente no ambiente. Porém, será que tudo o que você tem hoje, é essencial na sua vida? O Descarte é um momento onde definimos as nossas prioridades. Por mais que você tenha lembranças e bons momentos no passado, é chegada a hora de se separar de algumas delas. Pode ter certeza que as melhores estarão sempre no seu coração.

Terceiro Passo- Cada coisa em seu lugar

Depois de separar o que fica e o que vai, vamos pegar um papel e fazer um mapa do ambiente. Nesse ambiente nós vamos planejar de qual forma a arrumação será feita. Assim, podemos ver os prós e os contras dessa arrumação antes de iniciar o trabalho, isso evita que tenhamos que mudar as coisas de lugar.

Quarto Passo- Mantenha uma rotina de organização

Separe um tempo todos os dias, para colocar no lugar tudo o que foi usado. Quando você puder fazer isso imediatamente, faça, pois diminui a quantidade de coisas que terão que retornar ao local. Esse tempo pode ser 5/10/15 minutos. Pode ser 1x na semana, 2x na semana… Encaixe esse tempo de forma que não te sobrecarregue nas tarefas. Com o tempo, você vai notar que um pouco por dia é necessário e vai acabar se apaixonando pela casa sempre organizada.

Restou alguma dúvida? Comente abaixo. Vou ter muito prazer em te ajudar!

 

 

Chega de Vidros/Espelhos embaçados!

Só quem teve que se arrumar correndo no espelho do banheiro, depois de um banho bem quente sabe o que é sofrimento!

Ou então ter que dirigir na chuva, com vidros fechados?!

Nada pior do que vidros e espelhos embaçados, por isso nossa dica de casa da semana é para acabar com isso.

A solução é passar creme de barbear e lustrar a superfície com com um paninho de microfibra. Cuidado para não tirar o produto.

Você também pode optar por passar detergente neutro ou sabonete de banho.

Esses produtos quebram a tensão superficial da água e impede o vapor de acumular no objeto.

 

 

 

Como limpar manchas no Inox?

A dica de limpeza de hoje além de funcionar muito bem e nos poupar do “esfrega – esfrega”, atende aos pedidos de produtos econômicos.

O Produto é fermento em pó vencido. Você pode usar o que esteja dentro do vencimento também, mas a ideia é não jogar fora aquele potinho que você abriu mas não usou a tempo e assim não desperdiçar.

Vamos à receita:

5 colheres de sopa em um litro de água.

Misture bem e aplique nos metais, ou até mesmo no rejunte com uma esponja ou escovinha.

Não esqueça de voltar e me contar o que achou tá?

E se você for “marinheiro” de primeira viagem, e tem sofrido com alguma tarefa em especial, comenta aqui embaixo sobre o que você gostaria de saber. 🙂